Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

 

Há muito tempo que não tinha uma conversa lúdica com a minha prima Ambrosina e isso já me estava a fazer falta, pois o bom senso dela costuma compensar os meus desvarios imaginativos, principalmente, em períodos de calma doentia, como os que temos atravessado nos últimos tempos.
Realmente isto nem parece um país que gosta de falar mal e de ouvir quem fala bem. Anda tudo de bico calado, tudo conformado com o que lhe dão e o que lhe dizem, tudo satisfeito com o que vê e o que ouve, até se esquecendo de ver um pouco de boa televisão e ouvir um bom programa de rádio para sair da rotina da felicidade fácil.
Ora aqui é que entra a minha querida prima Ambrosina, mulher de ideias em onda curta e visão em alta definição. Então, nesta conversa debaixo do guarda-chuva, começou por me explicar que já andava desesperada com este tempo de encharca gente que não faz nada, mas que gostava de fazer muita coisa que não sabe.
Como ela tem dois genros nessa cómoda situação, lembrou-se que eles podiam ser úteis à sociedade e, principalmente, às suas queridas esposas, filhas, como é óbvio, da minha prima sempre atenta e incansável no que toca à vida familiar, nestes dias de crise que ela não aceita assim de mão beijada, como aqueles que até gostam desta calma social.
Lá me foi dizendo que gastou muito do seu tempo e do seu sono, a pensar na maneira de pôr os seus dois genros a funcionar em termos de luta pela vida, coisa que eles pareciam nunca mais perder tempo com isso. É a tal coisa, dizia-me ela, quem pode estar calmo e sereno, para que há-de andar à procura de chatices?
E continuava, vê lá tu primo, que me disseram que essa coisa de trabalhar é uma doença, por causa do stress, dos horários, dos impostos, das discussões sobre promoções, das greves e de outros montes de problemas que nunca mais acabam. E depois que, se era um emprego privado, havia aqueles patrões exigentes. Se era emprego do estado lá estava o governo e as suas tiranias a tirar-lhes o sossego e a calma.
Como é que eu, lamentava, uma sogra como deve ser, podia conformar-me com uma coisa destas. Não, tinha de me impor e dizer-lhes muito claramente que, se não prestavam para ser empregados de ninguém, tinham de se meter no mundo dos negócios. Aí, com toda a prudência, avisei a minha prima que era preciso ter muito cuidado, porque esse era um mundo cheio de armadilhas muito perigosas.
E tu julgas que eu não sei? Perguntou ela levando o dedo indicador direito abaixo do olho esquerdo. Até parece que não me conheces, primo. Caramba, como sabes, estou farta de ver negócios, negociatas e negociadores de primeira e de segunda. E até já me meti em alguns e nem me saí lá muito mal. Seguiu-se um daqueles sorrisos malandrecos.
Mas afinal, prima, atalhei eu para abreviar, qual é a tua solução para todas essas complicações familiares? Que eu saiba os teus genros ainda não estão a negociar nada, pois não?
Ah, isso é que estão. Garantiu-me convictamente. Primeiro aconselhei o mais novo a comprar uma rádio. Aquilo não dá muito, mas para começar não é mau. Sempre se conhecem outros grandes negociantes. Depois, o mais velho ficou revoltado, e exigiu que o aconselhasse a comprar uma coisa melhor para ele.
Olha primo, tive de fazer um grande esforço para não arranjar ali um problema de ciúmes laborais. Mas lá me surgiu uma grande ideia. Aconselhei-o a comprar uma televisão.
Oh prima, desculpa lá, mas eu ainda não vi nada. Eles continuam na boa-vai-ela.
Ora, primo. Quando a gente tem boas ideias, há logo quem tenha montes de inveja. Houve um grande alarido porque consideraram que era uma concentração de meios na família. Depois os meus genros também se desentenderam e os negócios estão assim numa espécie de banho-maria, porque ambos querem a televisão, por ser a cores.
Oh prima, tanto esforço… Pois é… Disse ela com amargura. Eles continuam a discutir o negócio e o pior é que já me condenaram a ir tomar conta dos netos, para não ter mais ideias luminosas.
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.