Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

27 Mai, 2008

Este país

 

 
Ganha uma estranha dimensão a voz de uma certa camada social de bem instalados na vida, que se lamentam na comunicação social invocando um país onde se sentem mal e onde dizem não se poder viver. Apesar disso, não se vão embora, ao contrário de muitos portugueses que, por motivos diversos, emigram como o fizeram gerações anteriores.
Estes, não se conformam e vão à procura dos seus ideais de vida porque, muitos deles, não querem fazer cá, aquilo que provavelmente vão fazer lá fora. Para os substituir, cá dentro, vêm estrangeiros. Aqueles, os da lamúria, nunca fizeram nada na vida, andam bem vestidos, bem alimentados, têm boas casas, bons carros, talvez nunca tenham pago impostos, provavelmente, sempre viveram de subsídios ou privilégios.
Mas a mama tinha de ter um fim. E, quando a mama se acaba vem, inevitavelmente, o berreiro.
Depois, o culpado é o país. Eles? São as vítimas, coitados!... Trabalho? Que é lá isso?