Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

21 Out, 2012

A Lusa luta

 

 

A decadência da agência de notícias Lusa não é mais que o resultado da decadência de alguns dos jornais que foram de referência no panorama do jornalismo escrito no país. E o resultado dos jornais que temos é, em geral, tristemente desolador.

O ambiente em que se movem hoje, não é o de ontem. Dão notícias requentadas. Muitas vezes, porque são repetições de outras origens e até já foram entretanto desmentidas. Ninguém compra jornais para ler o que já sabe, ou não quer saber.

Por notória falta de jornalistas em quantidade e qualidade, os jornais alimentam-se das agências e as agências vão sentindo as dificuldades inerentes à colocação do seu produto, devido ao fecho de cada vez mais redações.

Por outro lado, a qualidade está nitidamente influenciada pelo poder económico que vai comprando tudo o que está em dificuldades, com o evidente intuito de controlar o que lhe interessa. E o resultado está à vista. A independência é hoje uma miragem.

Basta olhar para os títulos que ainda sobrevivem e o destino que já se perspetiva a curto prazo, para aqueles que ainda não estão debaixo do jugo do grande capital. E o poder político, em lugar de contrariar esta tendência maligna, tudo faz para a incentivar.

Por estas e por outras razões, os jornais vão morrendo e a informação vai piorando. A Lusa luta com argumentos sérios, contra os argumentos do dinheiro. E não é difícil concluir que os argumentos do dinheiro, nos negócios, quase nunca são sérios.

Quando, num país, deixa de haver informação séria, é a vida do próprio país que corre riscos de sobrevivência. E a seriedade está em vias de extinção neste país. Se ainda há quem acredite nela, então, por favor, façam alguma coisa por ela.    

 

 

 

1 comentário

Comentar post