Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

10 Dez, 2012

Oh Catarina!

 

Eu sei que isto anda tudo tão estranho que já nada me surpreende. Mas essa sua descoberta de que não precisamos de um PR que não faça cumprir a Constituição, tem lá que se lhe diga.

Nos tempos difíceis que estamos a atravessar todos são poucos para ir cumprindo qualquer coisa. Temos de compreender que a realidade é o que é e não aquilo que nós gostaríamos que fosse.

Mesmo que o PR não cumprisse apenas a Constituição, não é caso para dizer que ele não faz falta. Faz e muita, pois é de supor que cumpre exemplarmente todas as leis, regulamentos e todas as outras boas regras que muitos não cumprem.

Além disso ele faz os possíveis e os impossíveis por dar conselhos a toda a gente, dos miúdos aos graúdos, no sentido de lhes fazer ver que toda a gente deve ser séria e honesta. Ora isto, que eu saiba, é feito por muito pouca gente.

Gostaria de perguntar à Catarina se lhe parece que cumpre todas as leis e regulamentos à risca, de forma que não se lhe possa apontar nadinha. Imagino qual seja a sua resposta. Então, pensando melhor, talvez lhe pareça que disse um pequeno exagero.

Aposto que podem contar-se pelos dedos de uma só mão os perfeitíssimos portugueses que não cometam pequenos erros, alguns deles, mesmo sendo pequenos, revestem-se de muita gravidade, nada comparável com o que as suas palavras significam.

Portanto, estou perfeitamente ciente de que os portugueses, em bloco, não interpretaram mal as suas palavras. Toda a gente tem palavras infelizes. E frases então, nem vale a pena pensar. Até o PR, pois então. Está desculpada Catarina.