Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

05 Mar, 2013

Não há pressa!

 

Como vem acontecendo com muitas outras coisas, viemos a saber por um deputado do PSD, que os caloteiros do BPN vão ter de pagar as suas dívidas. É uma notícia surpreendente, pois mesmo agora poucos acreditam nisso.

Nem eu próprio posso acreditar, depois de já me terem tirado, a mim e aos contribuintes que pagam, a quase totalidade desses calotes. A nós, ninguém nos disse qual era a pressa, mas para com os caloteiros, não há pressa alguma.

Não. Há pressa, sim, em continuar a tapar todos os buracos com o rombo escandaloso que nos fazem nos bolsos, por todas as maneiras que eles vão descobrindo a cada dia que passa. E qual é a pressa em pedi-lo aos caloteiros?

Para que a pressa seja ainda mais semelhante à do caracol, até vão abrir um concurso para um cobrador. Isto é tudo tão difícil. É difícil o estado cobrar o que nos devem, daí que tenha de entregar a tarefa ao cobrador de difíceis.

E assim se passam anos, depois de meses e mais meses, só para tomar balanço. Depois, com tanto balanço, já não há forças para o salto e lá se vai o assaltante. Que, neste caso, são aos milhares. E que gordos eles são. Mas demasiado ágeis.

Até parece haver aqui um certo conluio entre os assaltantes do BPN e os que nos assaltam os bolsos. Quanto aos primeiros, os cobradores bem podem perguntar, qual é a pressa? Os outros dizem-nos que não têm pressa nenhuma.