Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

06 Mar, 2013

COMANDANTES

 

A Venezuela acaba de perder o seu comandante e, efetivamente, era ele que comandava o país. Bem, para muitos dos comandados, mal, para alguns. Esta destrinça justifica-se pelo facto de ser esse o resultado ditado por eleições.    

Como não entro na guerra dos que o adoravam e dos que o detestavam, direi simplesmente que era um verdadeiro comandante e que o mundo do capital desejava abatê-lo há muito tempo. Estarão satisfeitos. Vamos ver até quando.

Provavelmente quando, daqui a um mês, aproximadamente, o povo voltar a pronunciar-se sobre se quer outro comandante, ou um ‘verdadeiro’ democrata, desses que o mundo ocidental tem gerado com os amargos frutos que temos.

Ao que parece, os nossos comandantes, mais ou menos veladamente, querem mostrar que perderam um bom amigo de Portugal. Mas eles já nos habituaram a dizer uma coisa e a pensar ou fazer exatamente o contrário.

Na Venezuela, o povo chora nas ruas a perda do seu comandante. Em Portugal, o povo chora nas ruas o desespero que sente pelo comportamento dos seus comandantes. Com a agravante de ter de suportar vários comandantes.

Porque as vozes de comando aparecem de vários lados, umas contraditórias, outras no sentido de cada um assobiar para o lado, outras ainda, deitando culpas próprias para trás. Depois, também aquela que ninguém consegue ouvir.

A verdade é que o povo português já considera que não tem qualquer comandante. Assim o tem demonstrado em tom crescente, sempre que se lhe depara uma oportunidade para o fazer. E elas vão aparecendo.

Quis o destino que a Venezuela ficasse sem o seu comandante muito antes do tempo que era espectável durar o seu comando. Por cá, desconhece-se quais são os desígnios dos destinos de Portugal e daqueles que nos comandam mal.

De qualquer forma, quando os comandantes se esquecem que já não têm quase ninguém que aceite de bom grado as suas vozes de comando, é sinal de que o país já está completamente descomandado. Será que eles sabem isso? 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.