Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

28 Jul, 2013

O NOVO CICLO

 

Nem quero pensar que este país tão novo, teve um ciclo velho de dois anos. Incompreensível, tanto mais que foi precisamente há dois anos que o país ressuscitou para uma vida totalmente diferente da que tinha antes.

Só se for um novo ciclo para aqueles que deixaram o seu automóvel e passaram a ter a felicidade de andar de motociclo, ou até de triciclo, pois em termos ambientais foi uma mudança extraordinariamente saudável.

Em termos políticos este novo ciclo caracteriza-se pela aquisição de umas tantas armas secretas que conseguiram uma autêntica reviravolta no governo. Isto, apesar de um trambolhão que ia vazando o ciclo no lixo.

A grande arma secreta do governo foi um maduro que até tem aspeto de verde, o que se nota perfeitamente na sua voz de adolescente. Isso não impede que seja um ás na correção de opiniões de colegas de governo.  

Agora, é ele que sabe tudo, que explica tudo, que interpreta tudo, sempre com aquele ar de que ninguém tem o direito, nem a ousadia, de rebater os seus incontornáveis pontos de vista. Passos já pode ficar calado.

A segunda arma secreta foi a senhora Maria. Diz-se que sabe mentir como ninguém, mas sabe ainda melhor que um maduro, justificar as suas mentiras, transformando-as em verdades. Verdadeira como ninguém.

Está em curso uma negociação muito importante para o país. Maria vai servir de moeda de troca para a aquisição da mais incrível das armas secretas. Trata-se de Seguro, o homem da ternura e do bom senso.

Faz a diferença. Se dá força à oposição, é urgente transferir essa força para o governo. Por outro lado, Maria é agora a fraqueza do governo. Convém transferi-la já para a oposição. Logo, vem Seguro, Maria vai.

Ora aí está o fundamento de um novo ciclo. Com muitas repercussões associadas. Entre elas, o poder de pressão de Soares sobre Seguro, que terminaria de imediato, satisfazendo os velhos inúteis do velho ciclo.