Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

08 Set, 2013

A TROMBA DE PASSOS

 

 

Longe vão os tempos em que quem dizia umas mentirinhas era apelidado de Pinóquio. Hoje, as mentiras ganharam um tal estatuto de normalidade política que já não há nariz de Pinóquio que chegue para as representar.

Seria muito difícil que Passos sustentasse um nariz a condizer com a quantidade e qualidade da monstruosidade das suas petas, que já saem aí na ordem das vinte e quatro a cada dia que passa. Mais ou menos.     

Verificada a impossibilidade de Passos ter um apêndice nasal à medida, era urgente que se resolvesse esse problema. Se não temos um grande Pinóquio, é preciso um substituto à altura de uma tão elevada distinção.

Se o nariz do mentiroso já caiu por excesso de peso e dimensão, parece-me lógico que se encontre uma tromba que ocupe aquele espaço facial que ficou ´desnarigado’. Podia chamar-se, por exemplo, ‘trombofante’.    

Ou, talvez, por uma questão de proximidade, ‘trombonóquio’. Em qualquer dos casos, estaria garantida uma capacidade de armazenamento de mentiras, semelhante à de uma embalagem gigante de Memofante.