Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

 

 

O Papa Francisco já demonstrou que não quer a igreja a nadar em dinheiro conforme decisões já tomadas nesse sentido. O Cardeal Policarpo, que sempre viveu à grande, está cheio de medo do futuro.

Não se sabe como, mas o cardeal lá sabe que o país está em risco de ficar apenas com dinheiro para mês e meio. Temo eu que se trate de alguma fuga de informação de confessionário. O governo, ao povo, nada disse.

Certamente que o cardeal não receará a fome e também não consta que, pessoalmente, se tenha preocupado muito com a miséria dos pobres. Receará talvez que tenha de baixar um milímetro no seu nível de vida.

Muito pior será se o Papa Francisco começar a cortar por cima, pelos que vivem bem de mais, ao contrário do governo do país, que só corta a fundo nos que vivem muito perto do nível de sobrevivência ou abaixo dele.

A proximidade entre a igreja portuguesa e os atuais governantes, bem revelada nesta profecia deixada pelo cardeal Policarpo, mostra como a fé das duas partes anda muito misturada com o pecado da hipocrisia.

Já há muitos anos que oiço dizer que quem mais bate com a mão no peito, é quem merece menos respeito. Pois, quem tem a sua fé dentro dos princípios da verdade e da honestidade, não precisa mesmo de bater.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.