Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

 

 

Guedes disse que perdeu a referência chamada Irlanda, mas não indicou a nova referência a partir de agora. Era importante que o tivesse feito pois, assim, os portugueses ficaram desnorteados, sem saber para onde olhar.

Durante o resto do dia de hoje e parte do de amanhã, muitos são os que apenas vão pensar na Suécia, enquanto muitos outros, sem limitação de tempo, vão fixar o olhar mais que apreensivo numa nuvem negra grega.

A Irlanda já se foi como luzinha para nós. A Suécia, se não a pudermos despachar amanhã, pode ser que o façamos para a semana. Isto se eles não nos despacharem a nós já amanhã. Mas, muito cuidado com a Grécia.

Há muito tempo que a Grécia foi riscada do nosso destino. A Grécia nunca poderá ser a nossa referência. Até porque já nos tramou uma vez e cá em Portugal. Perdemos com eles. Como a Suécia espera ganhar-nos amanhã.

Dou comigo a pensar que temos perdido muitas referências e, por este andar, vamos perder muitas mais. Até cá dentro o destino parece traçado. As boas referências vão-se afastando, pois até já as derrotas se festejam.

Já perdemos a referência da Irlanda que nos fazia alimentar a esperança, embora vaga, de conseguirmos ser o seu atrelado. Vamos lá ver se ao menos ganhamos à Suécia. E se o Brasil não fica cada vez mais longe.