Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

02 Dez, 2013

E SE FOSSE VERDADE?

 

 

Cada vez mais se avoluma a ideia de que isto assim não vai lá, sendo que isto, é o monumental buraco em que estamos metidos. O governo cada vez desgoverna mais do que governa. Isto é mesmo verdade. Sem dúvida.

O presidente cada vez preside menos e, curiosamente, até já manda cada vez menos recados cá para fora. Dizem alguns, que ele anda comandado de fora para dentro. Isso não é verdade. Por vezes até convinha que fosse.

A oposição cada vez tem menos sentido de estado. Pois, se calhar nunca o teve, mas agora já viu que o seu estado está mesmo fraquinho de saúde. Assim, isto não anda. Desanda. A oposição não quer ser governo. Mentira.

Porque se isto fosse verdade, tínhamos o caldo entornado. E, nem o governo nem a oposição, tinham caldo para comer. Lá isso era o que menos nos afetava, se nós tivéssemos caldo. Essa é que era a verdade.

Ora, assim sendo, como é que nós saímos disto? Fácil, há quem diga. Dá-se umas férias grandes aos partidos e vamos lá buscar dois ou três dos seus mais credíveis militantes. Bem conhecidos. Muito falados. É verdade.

Não me venham dizer que estou a querer afastar os partidos. É mentira. Ficavam a falar à vontade e com toda a liberdade na Assembleia, prá aí com metade dos deputados. Partidos e dirigentes, apenas de férias.

E se fosse verdade que o presidente se lembrava que Costa e Rio podiam formar um governo dirigido por ambos? Com ministros escolhidos de comum acordo, dentro ou fora dos partidos. Mas sem os atuais dirigentes.

Que ficariam apenas de férias, repito. Agora, até me parecia muito bem, que fossem repescar Louçã, o terrível, para as finanças. E, por que não, um dos Nunos para a agricultura. Era uma questão de aprofundar o sucesso.

Que ninguém pense que estou a considerar os dirigentes partidários, incompetentes ou sem perfil para o governo. É mentira. Repito que é apenas porque entendo que estão todos a precisar de umas longas férias.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.