Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

 

 

Dizem que os resultados do PISA são bons para Portugal. Mas o que é bom para Portugal, não chega para um governo de sabidos demais, nem para um ministro da educação que não quer apenas o bom. Vai daí: pumba!

Como o bom não lhe diz respeito, em nome de uma presunção de ótimo, toca a deitar abaixo para mostrar que é um inconformado. Só que o seu inconformismo é tão forte, que quer transformar o dilúvio em seca severa.

É assim que se caminha para um Portugal mais culto e mais educado. Não é difícil verificar como os portugueses estão a progredir nesse aspeto. Basta olhar para os comentários que vemos espalhados por aí.

Especialmente, comentários de leitores a artigos publicados nos jornais, onde a escrita chega a ferir a vista, quanto mais o resto. Autores, visados nos artigos e comentadores, são postos abaixo do sujo nível do esgoto. 

O nível de incontinência verbal e outras, espelhado nos órgãos de comunicação social, tanto em relação aos mais altos representantes do estado, como entre forças partidárias, é realmente de séria ‘inducação’.

Apetecia dizer que este país é uma pisaria pegada. Porque já toda a gente se pisa. E ninguém se preocupa com aqueles que têm calos dolorosos. Mas, retiro essa ideia. Podem dizer que estou a pisar calos proibidos.

Seguindo o lema deste governo e deste ministro, já não lhes chega o pisa normal de quem não tem feito outra coisa senão pisar direitos e repisar quem não pode resistir aos sapatos de chumbo do ministro. Ou botas?