Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

27 Dez, 2013

CIDADE LIXADA

 

 

Lisboa é uma cidade onde o lixo cresce a cada hora que passa, a ponto de poder dizer-se que se transformou numa grande lixeira. Porque é em Lisboa que se concentra gente de todo o país. Gente que faz muito lixo.

Nem seria preciso olhar para outro lado. A quantidade de gabinetes que ali se instalaram, dá-nos uma ideia do lixo que eles albergam. Todos os dias sai lixo para os contentores. Mas há lixo que está lá sempre. Não sai.

Lisboa é uma cidade lixada, com gente lixada, metida nesses gabinetes, donde até as decisões que afetam as nossas vidas são, com a maior das naturalidades, montes de lixo, da mesma textura do lixo que as produziu.

Ou seja, em Lisboa, temos muito lixo que mais não faz que produzir lixo. Seja ele de natureza sonora, através do ruido que produz com a sua propaganda, ou com as múltiplas formas de nos lixar, com imposições.

Lisboa é o local de concentração de figuras lixadas, dado que elas vieram, e vão continuar a vir de todo o país, chamadas pelo lixo permanente ali instalado, formando a grande lixeira nacional, fonte de um país lixado.

Aproxima-se o último dia do ano, altura em que muita gente tem por hábito abrir as janelas e deitar fora o lixo que tem em casa. Não é bonito mas as casas ficam mais limpas. Lisboa precisa de deitar fora o seu lixo.