Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

 

 
 
Convém começar por falar do queijo, senão lá se vai a motivação de todos eles. Para o ratão o queijo é mal empregado para aqueles cinco pretendentes ao repasto ocasional, em que o vencedor da disputa que se avizinha, vai poder distribuir fatias por aqueles que nunca roeram a corda, contribuindo assim para a sua vitória.
Os ratinhos evitam falar do ratão, porque sabem que ele tem muito peso, como, aliás, o nome indica. Apesar disso, o ratão fala grosso mas não se mete no meio deles, esperando que o queijo lhe venha parar aos dentes, sem se sujeitar a disputá-lo com os ratinhos. Seria um desprestígio ver um ratão derrotado por um qualquer ratinho, ainda que seja fêmea.
Lá no fundo, o ratão sabe que não tem a rataria com ele, a não ser no seu buraco, onde é ratão mor muito pouco contestado.
Mas, fora desse buraco, a ratoeira já está armadilhada. Ele sabe bem disso, ou não fosse ele um verdadeiro ratão.