Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

14 Ago, 2016

A grande promoção

 

Ouvi dizer que hoje é dia de Pontal. Sinceramente não sei o que é isso. No entanto, julgo que é um evento qualquer associado a um movimento ‘pafial’ que persiste nas hostes de uns inconformados saudosistas de um passado que para eles será sempre futuro.

E eles lá estarão hoje na ‘quarteiral ponteira’, aproveitando os que chegam para início de férias e os que vão partir depois de terem gozado que nem uns nababos, as quentes águas que vêm de África. Refiro-me aos pafiais pagantes do Pontal, pois os outros até poderão ir molhar os pezinhos ali ao lado, enquanto os pafianos molham as gargantas ressequidas.

É de aproveitar a magistral promoção para afinar goelas que vão gritar palavras de ordem e bater palmas até doerem as mãos. Tudo por apenas dez euros por cabeça. Isso não paga sequer a oportunidade de verem ao longe o querido líder por cima das cabeças de uma multidão de muitos milhares de pafianos.

Ah pois, muitos milhares, ou pensavam que já não seriam mais que umas dezenas ou centenas. Claro que nem o Centeno pensa tal coisa. E eles lá estarão quase todos, o que é bom para a promoção de um rápido regresso ao passado recente, antes que se concretize o acesso a mais um ano de caminhar para o futuro.

Claro que os dez euritos não darão para mais que um sumo de laranja. Mas, laranja do Algarve, talvez de laranjas de fim de colheita, quase a tender para lima limão, para gente laranja de fim de ciclo que não quer perder pitada da última esperança no milagre da reposição da multiplicação dos cortes por milhões dos do costume.

No entanto, hoje não é dia para lembrar o passado. O querido líder vai sossegar as hostes laranja. Assim do tipo, tenham calma porque isto vai passar, muito antes ainda do próximo Pontal. Onde o líder estará obviamente, embora com um pouco menos de cabelo e uma vontade enorme de que estará preparado, como sempre esteve, para salvar Portugal mais uma vez.

Que ninguém tenha dúvidas de que os muitos milhares que hoje estarão no Quarteiral Pontal, vão aplaudir vibrantemente essa vontade indomável do líder, que só não é uma promessa, porque isso soaria a falso, mesmo nos ouvidos mais empedernidos. Portanto, fiquemo-nos simplesmente pela vontade indomável do querido líder.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.