Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

01 Abr, 2016

A primeira

 

Estou em crer que haverá quem fique muito satisfeito com a primeira grande divergência entre o presidente Marcelo e o primeiro-ministro Costa. E ela diz respeito ao grande espetáculo que está prestes a começar.

Nem mais nem menos que o Benfica/Braga no Estádio da Luz, que vai deixar um deles em meia claridade. Sobretudo, se for o Braga a acionar o interruptor. Mas se for o Benfica, então vai puxar para si toda a luz da Luz.

Ora, com o presidente a vibrar para que aconteça uma festa bracarense e o primeiro-ministro a pedir a todos os santinhos para que não abandonem o clube do seu coração, vão estar em campos perigosamente diferentes.

Até podem estar ambos no estádio. Mas que não se sentem lado a lado como em Leiria. Haveria sempre o perigo de uma qualquer sarrabulhada perto deles. E, em futebóis, sabe-se como as paixões são contagiantes.

Claro que não menos contagiantes, são as paixões políticas. Mas se ambas essas paixões se misturam, os apaixonados podem envolver o estádio inteiro. Por muito que saibamos que Marcelo e Costa não são desses.

Nem de longe nem de perto estou a pensar nos adeptos do Braga. Nem dos do Benfica. Mas estou a pensar em todos os adeptos que se esquecem dessa qualidade, para olhar cegamente para a amizade entre o PR e o PM.

Hoje é dia das mentiras. Bem se pode dizer que vai ser um jogo de verdade. Que até pode ter um resultado de mentira. Logo se saberá. Mas eu não quero imaginar sequer, que escrevi isto, sem ver uma divergência.