Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

 

 

Acabo de perguntar a mim mesmo qual a diferença entre o Baixo e o Alto Alentejo. Simples, como os discursos do baixo Marco Costa: O Alto tem a universidade de Setembro e o Baixo não tem nada.

É dali, de Castelo de Vide, que saem os mais competentes e sabidos governantes do PSD, como se comprova pelo discurso de abertura do dirigente laranja, o inteligente Marcos, que desenhou o programa.

Programa que é a disciplina única e indispensável para uma governação sem mácula. A rapaziada, os alunos, fica a saber que só têm de aprender uma coisa: demonstrar ao país que o PS não presta.

Demonstrar ao país que o PS até já conseguiu destruir tudo o que o PSD e o CDS juntos, construíram nos últimos três anos. Por isso é que o país está, como está. Com um PS destes não podia estar melhor.

O inteligente Marcos, qualquer dia virá reconhecer que é melhor que o PS governe. Assim, destruirá apenas o que constrói, enquanto na oposição, além de não fazer nada, ainda destrói o que faz o governo.

Mas, a rapaziada universitária setembrista, não vai ouvir apenas as teorias marcosistas. Nos intervalos do programa nuclear, virão os chamados animadores. Como o avô Marcelo ou o António terceiro.

Esta é uma rapaziada muito especial, cheia de visão. Recusa férias no verão, para se encerrarem numa universidade de verão. Não compreendo o que verão eles na sua vida. Será que veem coisas?

Coisas do PS, dizem que veem muitas e boas. Então para que vão estudar essas coisas para a universidade setembrista? Deviam era mudar os estudantes. Porque ainda há por aí alguma falta de cultura.      

Lá que alguns governados vejam o que a generalidade dos portugueses não veem, ainda se compreende. É da miopia. Mas os governantes não verem um boi à frente dos olhos… Enfim!...