Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

05 Abr, 2016

Agora é que é

 

E eu a julgar que só havia um vigarista no mundo. Consequentemente, como só conhecia um em Portugal, no resto do mundo não podia haver mais nenhum. Afinal, o mundo e o nosso país estão a abarrotar deles.

No entanto, toda esta fartura de vigaristas não vai alterar nada daquilo que já conhecemos. Em Portugal, vigarista só há um. É ele e mais nenhum. Ainda receei que a papelada que veio do Panamá incluísse o meu nome.

Afinal, aquilo nada tem a ver com tesos como eu, que de luxo só tenho o nome. Sim, porque vejo tantos nomes que são de uma vergonha de gente, que me sinto uma espécie de privilegiado por ninguém falar em mim.

No entanto, acredito piamente que este rol de milhões de papéis panamianos, acabará por ter uma importantíssima vantagem no nosso belo país. Finalmente, vai confirmar-se que só há ali um único vigarista.

O nome dele anda nas muitas bocas dos que se julgam vigaristas a sério, mas que ficará esclarecido em breve, que esses, nem têm sequer a mínima categoria para se lhes pôr o nome nos jornais ou nas televisões.

Bem podem ter a pretensão de se tornarem famosos como o único que o é a sério. O mais que podem é conseguir umas medalhas de cidadãos ilustres, uns lugares cintilantes, ou umas reformas de muitos milhões.

Coisas de que se dirá que isso é só para alguns. Pois, mas para esses nem um pequeno susto com investigações, ou uma visita guiada ao chilindró. Logo, apenas um inocente alerta: da papelada, só pode vir mal para o tal.