Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

16 Jul, 2014

ALTO E PARA O BAILE

 

 

O senhor Juncker pediu ao amigo Passos, o nome de três candidatas do país ao lugar de comissária. Ele quer comissárias, mas não quer que seja o governo a dizer qual é a melhor. Tem de ser boa para ele.

O senhor Juncker sabe que os gostos variam muito, principalmente, por cá. Ou ele confia muito em Passos e pede três boas, só para disfarçar a cumplicidade, ou não confia, e quer mostrar o seu gosto.

Esta atitude pode ter consequências cá dentro. Passos está habituado a escolher tudo e todos dentro do universo laranja. Não é difícil adivinhar que Seguro não anda muito satisfeito com os gostos dele.

Ele é nos bancos, ele é nas empresas públicas, na administração pública, e desconfio que até já comanda todo o privado. Daí que Seguro se prepare para imitar o senhor Juncker. Quer ter o seu gosto.

Já que Passos não lhe deixa indicar nomes para o governo, nem para administradores, seja lá do que for, deve poder indicar um diretor geral em cada cinquenta nomeados. E um chefe em cada cem.

Depois, Seguro deve querer um critério mais apertado no que toca à nomeação da classe trabalhadora. Caso dos enfermeiros, dos fiscais, dos professores, etc. Aí, deve exigir dez por cento dos nomeados.

Se isto continuar como está, Costa vai mandar Seguro dar mais uma volta ao país, lá para Setembro. Os da rosa já estão fartos de jejum. E se Seguro não bate o pé, logo se começa a ouvir: alto e para o baile.