Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

25 Out, 2015

Aqui há gato

 

Cá dentro, e até lá por fora, já se fala em golpe de estado em Portugal. Mas não é por causa da promessa de fortes manifestações da direita, por causa das tradições e contradições de que se julga inconsolável vítima.

Resta-lhes a consolação de que, os vermelhos, que já tomaram conta da política, acabam de dar um grande trambolhão no futebol. Isto porque é costume, ou tradição, antiga, política e futebol andarem de mãos dadas.

Ao que parece, a direita, volta a estender a mão ao PS para negociações. Só pode ter sido por causa da derrota de hoje dos vermelhos no futebol. Há sempre esperanças que nascem mesmo sem se saber de onde vêm.

Por outro lado, até o Marcelo, pois, o da TVI, está a ver se pesca alguma coisa no mar vermelho. E isso deve assustar, e muito, os anti rubros. Pois, logicamente, logo que uma esperança morre, outra começa a nascer.

Lógico que essa esperança nova seja o seu raio de luz que durante anos lhe serviu de ‘Loja do mestre André’. ‘Ai olé, ai olé, foi na Loja do Mestre André’. Foi dessa loja, a TVI, que saiu o cheirete que infestou muita gente.

No entanto, os bons e os maus cheiros não duram sempre. E aqueles que gostam deles, podem muito bem não chegar para que o mau ambiente se mantenha. Mau ambiente que até está a ser revertido pelo próprio.

Marcelo já martelou no cravo da ferradura que tantas vezes, ou sempre, afagou. O seu querido presidente, que já está dado como o seu antecessor, acaba de levar a primeira ensaboadela. Jã não gosta dele.

Quanto à coligação de direita, também já levou o troco das imbecilidades pós eleitorais de apego ao poder a qualquer preço. Marcelo gostava disso tudo, mas já não gosta. Agora já tem de gostar daquilo que detestava.  

No meio destas contradições políticas, louvemos as boas tradições futebolísticas. Quem gosta do vermelho, gosta sempre, quer ganhe quer perca. E não perde tempo a querer fazer paz, se só a guerra os sustenta.

Guerra e Paz que andam nas redes sociais em catadupa. Daí, o ver-se por ali aquela ideia maluca do golpe de estado em Portugal. Lá que há quem o deseje do coração, há. Mas o grande problema é não ter a força da razão.

1 comentário

Comentar post