Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

05 Jul, 2016

Cartas de amor

 

Quem as não tem? Também há quem tenha muito amor para dar e não tenha necessidade de gastar tinta e papel. É o caso de Maria Luís, grande apaixonada de um alemão que não deve ter jeito nenhum para escrever cartas de amor. Mas gosta muito de manifestações de carinho, especialmente de quem ele sabe ser bem-amado.

Maria Luís vai agora menos vezes à Alemanha. Mas ainda vai, embora os tempos de andar num vai vem, tenham passado à história. Porém, não desapareceram os contactos, nem perdeu força a paixão dela pelo forte e poderoso alemão. E, nestas coisas de amor, há sempre uns pequenos favores que se pedem e que dificilmente são recusados.

Como ela diz, se continuasse a ir lá como dantes, o país não estaria a passar pelas dificuldades que ela não quer ver diminuídas pois, país sem dificuldades, é sinal de que alguém cometeu o descaramento de fazer o que ela não conseguiu fazer. E é sinal de que as viagens à Alemanha ficam cada vez mais difíceis e também mais longe.

Já a sua amiga Assunção não vê maneira de ter um amor assim e receia que Maria Luís não consiga, por si só, e através do alemão, levar a bom termo o desígnio comum: o favorzito que mude a sorte de ambas. Daí que Assunção tenha resolvido escrever uma bela carta de amor ao luxemburguês, que por sua vez é muito amigo do alemão.

Assunção tem muitas esperanças de que um dia ainda venha a ser tão atraente lá fora, como constata que Maria Luís ainda é. Tem todas as condições para isso. As portuguesas na Alemanha suponho que são mais desejadas que as brasileiras em Portugal. É tudo uma questão de charme.

Toda esta onda de simpatia vem dos seus próximos Pedro e Paulo. Amizades de longa data. Depois, quando eles caem em desgraça, entra em campo a graça delas. E, como diz o povo, vale mais cair em graça que ser engraçado.

Portanto, Portugal pode estar na dependência dos contactos de amor de Maria Luís e das cartas de amor de Assunção. E, quer se queira quer não, é bem provável que o António se veja relegado para outras aventuras. Mas este, sem se envolver com uma alemã, nem com uma luxemburguesa.