Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

18 Jul, 2016

Continuem...

 

Este exército de ‘direitolas’ que podem ver-se sobretudo nos comentários a artigos de opinião dos jornais online, é constituído por um sem número de indivíduos sem qualquer formação nem conhecimento ou, se os têm, estão completamente manietados por uma dura carapaça de facciosismo político doentio.

Obviamente que ser de direita não é ser direitolas. Ou direitolos. Tal como ser de esquerda não é ser xuxa, ou comuna, ou radical de qualquer coisa. Cada um é do que lhe apetece e tem o direito de ser respeitado nos termos da nossa Constituição. Portugal não é de nenhum tolo ou desvairado que não encontra mais nada que fazer, que estar 24 sobre 24 horas a comentar, ou a largar insultos, nesses espaços de comentários.

Outros direitolas, ditos comentadores, ou mais fino ainda, fazedores de opinião, do tipo de ‘caga tacos’, que encharcam as televisões de nojentas novidades políticas, puras invenções para justificar o que lhes pagam, são a toda a hora desmentidos pela realidade dos acontecimentos.

Mesmo assim, insistem nas suas alucinações, como se fossem os maiores bruxos do mundo da fantasia e do irreal. Como se tivessem o privilégio de convencer alguém de que são mais espertos ou mais competentes que aqueles que minimizam ou sujam com a porcaria das suas línguas. Como se as suas tristes experiências, não fossem o espelho da sua inutilidade, quando não o nojo de exemplos a esquecer pela sociedade.

Todos os dias deparamos com um exército de direitolas, mais ignorantes ou mais instruídos, mas todos norteados por um instinto ofensivo de pura selvajaria, espalhados por tudo quanto é sítio. E chamam a isso liberdade de expressão. E têm medo que os mandem calar. Eles que tudo fizeram para ser donos de tudo, até da liberdade dos outros, veem agora perigos de toda a ordem em quem lhes proporcionou a liberdade que têm para asneirar à vontade.

Liberdade têm aos montes. Vergonha na sua regrada utilização é que não têm nenhuma. Nesse aspeto, estão a milhas de distância de quem tem, no mínimo, muito mais educação e bom senso que eles.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.