Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

14 Jul, 2015

CURIOSAMENTE

 

Passos Coelho já tem ideias que põem o país no top das notícias que ainda vale a pena ler. Apreciei imenso aquela que vai levar Portugal ao topo da natalidade. De país de velhos, passaremos a país de meninos e meninas.

Provavelmente, Pedro Passos já explicou tudo muito bem explicadinho sobre o modo como vai fazer isso. Ainda não tive tempo de ir procurar nas notícias. Pois, curiosamente, trata-se apenas de fazer meninos e meninas.

Por acaso, longe de mim duvidar de que Pedro Coelho não é capaz de cumprir essa promessa. Curiosamente, isso seria um contra senso da minha parte. Por acaso, sim, por mero acaso, isso nunca aconteceria.

Agora o que mais me leva a crer que é possível fazer meninos e meninas em série, é a preciosa ajuda que Paulo Portas vai dar à iniciativa. Não é propriamente como vender coisas aos chineses, mas é sempre agradável.

Por acaso, por mero acaso, Paulo Portas tem tudo para fazer da iniciativa um sucesso sem precedentes. Porque ideias nunca lhe faltaram nos momentos decisivos para o país. Talvez até já tenha dado ajudas curiosas.

Curiosamente, naquela célebre noite do desbloqueamento grego. Aquilo, no meu entender, não é ideia para um homem só. Talvez um SMS de última hora, uma telefonadela, ou uma transmissão de pensamento.

Por muito que não pareça, mas nessas difíceis decisões para o país e para a Europa, eles são, curiosamente e por acaso, dois em um. Com resultados fenomenais de um em dois. Curiosamente, o país ainda não percebeu.

Mas em breve vai ter a prova final nesta campanha dos meninos e das meninas. Há até a esperança, a quase certeza, de que vai haver muitos casos de gémeos. Garantida está a total ausência de abomináveis abortos.