Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

01 Set, 2016

Desesperados

 

Os espanhóis encontram-se à beira do desespero por não saberem encontrar uma saída para a crise governativa que governo e oposições teimam em não querer resolver.

Por aquilo que se vai lendo, até parece que a culpa vai inteirinha para os socialistas do PSOE que se recusam a dar a mão aos rajoyanos, preferindo dar-lhes com os pés de cada vez que lhe assobiam aos ouvidos.

Portanto, Pedro Sanches tinha ‘obrigação’ de deixar governar o corrupto, só porque ele não consegue formar maioria. Será que não se deve pensar que a culpa é do próprio Rajoy que a maioria dos espanhóis quer ver pelas costas?

É evidente que o PSOE não tem que ser caridoso com ninguém. O facto de não ter ganho as eleições é precisamente igual ao facto de os rajoyanos não conseguirem formar governo.

Daí que, logicamente, terá de ser o povo espanhol a resolver o imbróglio, votando as vezes que forem necessárias até que a maioria se decida a manifestar em definitivo a quem quer ver no poder.

Se a esquerda não se entende e a direita não tem força, tudo fica na mão dos eleitores. E os eleitores têm de compreender de vez que não são os socialistas que têm obrigação de resolver problemas que não são deles.  

Lá como cá, os socialistas têm a culpa de tudo. Também por cá, tiveram a culpa de Passos não ser hoje PM. Rajoyanos e pafianos têm o mesmo problema. As culpas nunca são deles. O poder tinha de ser propriedade exclusiva das suas hostes.

Depois, ainda hoje há os que dizem que é o derrotado Costa quem governa. Ou, como eles dizem, quem desgoverna. Chiça!!! Já é tempo de perceberem que tudo mudou. E nunca para pior. Portanto, conformem-se.