Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes


É evidente que há sempre qualquer coisa, ou muita coisa, que falha quando acontecem ocorrências com consequências trágicas para as pessoas.
Mas, que se saiba, ninguém matou ninguém por vontade própria, nem mesmo quando há criminosos na origem desses acontecimentos. Sobretudo, quando a mãe Natureza dita as suas leis.
Porque o homem, todos os homens, por maiores que se julguem, são uns anõezinhos perante os poderes sobrenaturais. Incluindo os anõezinhos que se apressam a julgar, a condenar e a demitir todos aqueles de que são 'obrigados' a não gostar.
Poucos dias depois de Pedrógão Grande, em Huelva cinquenta mil pessoas tiveram de ser deslocadas. É muita gente, não é? Então tem de haver consequências já...
E isso não é em Portugal, é em Espanha. Porque em Espanha, como em qualquer parte do mundo, acontecem catástrofes: terramotos, dilúvios, incêndios...
Demite-se tudo... e põe-se lá quem? Quem é perfeito e controla tudo? Mesmo tudo? Mesmo as tecnologias que também falham e da qual depende quase tudo, hoje em dia?
Se há muita coisa que está mal, isso não depende só de quem exerce o poder no momento. Há coisas que não se mudam em anos, porque não é possível. Isso depende também de quem por lá passou e não resolveu nada, tendo ou não condições para o fazer.
É muito fácil, mesmo agora, dizer que se criem já, condições para que isto não aconteça mais. Seria fácil, se todos tivessem a mesma visão sobre as melhores condições para fazer as mudanças.
Quanto a responsabilidades políticas, é ainda mais fácil. Tira-se o governo em funções e põe-se lá a oposição. Assunto resolvido... mas até quando?
E, já agora, muda-se também o presidente da república, ou não é ele o responsável máximo pelo país?... Tudo tão fácil, não é?