Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

25 Mar, 2017

E se os santos...


Ainda não me saíu da cabeça aquele 'milagre' da conquista do Europeu de Futebol em França. Fernando Santos confessou que é um homem de fé, logo, acreditou sempre que ficaria lá até ao dia da decisão final. E ficou mesmo. E conseguiu trazer o caneco.

Por pouco que o milagre não foi mesmo muito mais sensacional. Inédito mesmo. Seria isso se ganhasse o Europeu e não ganhasse a ninguém. Seriamos assim os campeões dos empates, ou simplesmente os felizes e fiéis empatas vencedores.

Pois bem, logo mais, Fernando Santos voltará a ser confrontado com a sua fé nos santos que tem no nome. E a Hungria, que não tem santos, e não sei se terá fé, lá terá de lutar contra um adversário que tem o hábito de conseguir ganhar, empatando.

Porém, à cautela, Fernando DOS SANTOS, não deverá confiar em demasia em fatores tão subordinados aos poderes extra terrestres. Terá, no mínimo, de escolher os onze melhores de pés e cabeças, para que tomem conta dos magiares atrevidos.

Fernando Santos, além de ter muita fé, tem também, ou demonstra ter, uma afeição muito especial por determinados jogadores. E essa afeição pode não dar sorte para tudo. Sobretudo, para não ganhar, e continuarmos os bons empatas.

É óbvio que empatar é sempre melhor que perder. Mas a derrota, hoje, embora em linha com inícios anteriores, seria a continuação de uma 'fézada' muito perigosa, pois passar uma qualificação de calculadora na mão até ao último dia, é um sofrimento atroz.
(