Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

17 Abr, 2014

ELES PARTEM TUDO

 

 

Parece que há uma grande diferença entre Passos e Seguro. Passos é Passos e Seguro não é seguro. Resta saber se Passos, Passos, é mais seguro que Seguro. Passos escorrega todos os dias e Seguro não cai.

É verdade que Passos também ainda não caiu. Contudo, cair da cama, não é o mesmo que cair do teto. Até porque se pode cair do teto em cima da cama e esta não aguentar com a violência do trambolhão. 

Passos e seus companheiros têm partido tudo o que lhes aparece pela frente. Agora, estão a prometer partir menos, para ver se conseguem passar a ideia de que, afinal, ainda há muito para partir.

Porque, generosamente, querem deixar alguma coisa para que Seguro também tenha algo para partir, já que ainda não o deixaram partir nada. E o tempo está mais para deixar partir, que repartir.

Passos tem demonstrado um prazer imenso em partir mais do que pode. Mas ainda não teve sequer a lembrança de que podia colar algumas das peças que tem partido. Mas isso não cola com ele.

Porque Passos é assim mesmo. Para partir contem com ele e com os seus companheiros. Para colar, é garantido, contem com o Seguro quando chegar ao pote que, aliás, já tem uma fenda gigante.   

Já há quem sugira que Seguro renuncie a um pote naquele estado. Pote, sim, mas um pote novo, ainda que meio cheio, ou mesmo meio vazio. Pote partido e vazio é que não. Nem mesmo bem colado.