Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

14 Mar, 2015

ESTAMOS LISTADOS

 

Começo pela lista de pedófilos, talvez porque me pareça aquela que é mais fácil de elaborar. Escusam de ir ao Largo do Caldas e à Rua de São Caetano que dali não levam nada. Sigam pois para o Largo do Rato e já.

É que ratos há aos magotes e não há rato que não seja pedófilo. Não sei sinceramente se os entendidos do Caldas e da São Caetano, ainda pensam assim, mas duvido que muitos deles já tenham mudado de opinião.

Portanto, os do Largo do Rato estão automaticamente listados, sem apelo nem agravo. Mas não faz mal, mais tarde atualizam-se as listas. Isso, aliás, está a acontecer com outras listas e com outras situações pré exclusivas.

Também estamos listados, no entender do Comissário Europeu para os Assuntos Económicos, que já vaticinou, se a Grécia sair do euro, lá vão de carrinho a Espanha e a Itália. Temos ali um amigo que nos livra de boa.

Porém, surgiu-me agora a dúvida. A lista de dois países corresponde realmente a um vaticínio correto, ou o Comissário, para não alongar a sua lista, fez de conta que Portugal está incluído na Espanha. Ou julga isso?

A isso eu respondo com outra lista bastante interessante. No Afeganistão as mulheres já podem andar de bicicleta. Em Portugal, também. E há mais tempo. Logo, o nosso lugar nessa lista, é imediatamente acima deles.

Finalmente, António Costa quer acabar com a lista de privilégios do Governo. Em causa a eterna questão dos boys. Mas desta vez não acertou. Quer mudanças na nomeação do Governador do Banco de Portugal.

Mas propõe que seja o Presidente da República a interferir. Até parece que António Costa está brincar com o assunto. Na normal lista de três propostos para lugares, o governo escolhe um, sempre do PSD ou do CDS.

No caso do Banco de Portugal, o Conselho de Ministros, escolhia um dos seus e já estava. Segundo o critério proposto, o governo diz ao presidente quem lá quer pôr. A menos que Costa já pense para lá do ano que vem.