Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

31 Mar, 2017

Eu gosto, pronto!


Mas como é que não havia de gostar se o espetáculo está montado na perfeição. E já começou hoje, precisamente em Vila Franca. Francamente, há lá coisa mais bonita que juntar um pouquinho de tinta vermelha, ao azul de um autocarro cheio de azuis.

E então em Vila Franca de Xistra, perdão, Vila Franca de Xira, a coisa até tem mais graça do que se fosse lá para dentro de Lisboa. Isto quer dizer que a festa alastra em toda a estrada entre Lisboa e Porto. E vai ser melhor quando for o regresso ao Porto.

Mas, muito antes, vai ser a grande festa de umas boas dezenas de autocarros tanto na ida, mas principalmente na volta. É que ir para a festa é uma coisa, outra bem diferente é vir da festa. Se a ida é animada, o regresso será muito mais alegre ou muito mais triste.

Como quase sempre acontece nestas coisas, tanto as festas, como as lágrimas, costumam dar em excessos de toda a ordem. Mas eu gosto, pronto!... Mas gosto de quê? Sei lá... Estações de serviço na autoestrada viradas do avesso. Comes e bebes à borla...

Mas gosto muito mais do que se passa dentro da caixa de segurança. Na ida canta-se no limite do entusiasmo, na volta ou se dança e grita, ou se parte tudo no caminho. Gosto de ver aqueles polícias todos com viseiras a reluzir ao sol, se não chover.

Desta vez está tudo tão bem organizado que a coisa vai correr às mil maravilhas. Azuis e vermelhos vão portar-se bem. E, sem dúvida, que não vai haver xistralhadas. Daí que todos se sentirão felizes, por não haver motivos para que se atirem ao responsável do costume.

Tenho muito poucas saudades dos tempos em que toda a gente ia para o local no seu carro, ou nos transportes públicos, sem caixas de segurança, sem polícias, sem coros. Lá dentro, estavam todos misturados e não diziam piropos uns aos outros. Uma sensaboria.

Amanhã, tudo vai correr muito bem. Só não haverá abraços porque só se pode jogar com os pés e com as cabeças. O apitador até vai ser daltónico. Para não apitar para uma só cor. E os polícias, também não vão usar o objeto que trazem na mão.

Obviamente que amanhã é dia 1 de Abril...