Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

17 Jan, 2015

EX PRIMEIRO

 

‘Não se deve entregar o poder a quem não sabe governar’. Esta afirmação do doutor Pinto Balsemão parece de uma lógica tal qual a da batata acabadinha de fritar. Não há diferença nenhuma entre o sabe e o soube.

Se tivesse optado por dizer, a quem não soube governar, atingia o mesmo que quis atingir, mas seria mais correto e verdadeiro. Quem não soube governar, foram todos os governos depois do 25 de Abril. É, ou não é?

Seria bom que o doutor Pinto Balsemão se lembrasse que esteve nos, sexto, sétimo e oitavo governos constitucionais. No sétimo, como, primeiro- ministro. Devem ter sido governos de prosperidade memorável.

Mas a questão semântica é, também ela, memorável. ‘A quem não sabe governar’, foi dito no contexto de entregar o poder nas próximas legislativas. O governo que ele deseja vir a ter então, é o do seu partido.

Portanto, é a esse, segundo ele, que se deve entregar o poder. Que é o que temos agora. Um exemplo perfeito de quem sabe governar bem. Mesmo muito bem, doutor. Melhores mesmo que os seus. É, ou não é?

Segundo a douta opinião manifestada, segundo a qual o próximo governo que sair das eleições, ‘não sabe governar’, é de cabo de esquadra. Então, já sabe agora, quem o formará, e quem o integrará. É saber demais.

Oiça, doutor. Bem me parece que o doutor deve andar com o pensamento muito ocupado. Não acredito que seja por usar um cachecol que não será do Benfica. Nem tão pouco por usar botins. Andará a beber muito sumo?

Obviamente que o doutor não precisa nada da minha opinião. Nem nunca virá a conhecê-la, claro. Mas, mesmo assim, eu deixo-a aqui. Experimente candidatar-se a PM com os eleitos do seu tempo. Juro que votava em si.