Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

27 Mai, 2015

FIFAlhada

 

Talvez um dia esta alhada da FIFA chegue a Portugal e mostre aos portugueses, que ainda acreditam em tudo o que anda à volta da bola que rebola, a verdadeira face de um negócio tão sujo como muita gente dela.

Sim, porque em Portugal há quem simpatize com aquela gente da FIFA e ainda agora tenha minimizado (só?) a candidatura de Luís Figo. Que se propunha exatamente acabar com aquelas negociatas agora investigadas.

Ora aí está um belo assunto para que a nossa justiça (?) meta a colher na sopa. Que por vezes está tão quente que não se pode levar aos lábios. Ainda que tivesse de meter à sombra os mais azougados intervenientes.

Isso mesmo, para que a sombra lhes arrefecesse as ideias, tal como acontece com o conhecido inimigo público. Já aqui tenho referido a semelhança entre jogos de bola e jogos de política, ou entre os seus ases.

Na Suíça, a justiça atreveu-se a ir aos comandos e tudo indica que não precisou, nem vai precisar de muitos anos, para resolver o problema. Nem se encolheu detendo apenas um, e toca de ir logo a toda a malandragem.

Parece-me que o nosso país nunca mais aprende as boas práticas que chegam ao nosso conhecimento, vindas do exterior. Talvez porque tenhamos por cá, gente com péssimo interior. E que domina bem a bola.

Não sou nada de recados mas, nesta ocasião especial, apetecia-me dizer a alguém: ‘arrefifa-lhe’ agora que está de costas. Como recado que é, cada um que lhe coloque o destinatário. E, já agora, o nome da operação.

Eu nunca lhe chamaria ‘Operação Marques’. Na Suíça não há Marques. Mas talvez não ficasse mal ‘Operação Figo (Verde, Maduro ou Seco, vulgo Passa). Em homenagem aos muitos, Blá, Blá, Blá-ter’s que temos por cá.