Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

09 Set, 2015

HÁ MAIS CANAIS

 

Sim, há mais canais de TV que aqueles que estão a transmitir debates. Isto, para aquelas pessoas que não podem passar sem televisão. Eu posso. Ontem, tive mais que fazer do que ouvir uma anã a lutar com um gigante.

Segundo um comentador, Catarina falou de pensões em Portugal e do governo português, com realce para a atuação de Portas na sua qualidade de número dois desse governo. Goste-se ou não, dentro do programado.

Para o tal comentador, Portas dedicou o seu tempo de debate a falar da Grécia, do Syriza e do PS. Sobre a coligação, o seu programa, e as respostas a Catarina, nada. No entanto, ele disse pouco e ela o costume.

Ao ouvir desse comentador da treta, que Portas e Catarina haviam empatado, não tive dúvidas de que não fui só eu que fugi do debate. Haja pachorra. Afinal, Portas foi ali ouvir Catarina, e debater com o PS ausente.

Obviamente que Portas não podia perder a ocasião de vingar a sua ausência no debate direto com o PS. E teve de ser Catarina a aturar o frete de o ouvir falar do que ela não queria ouvir. E isto é ser muito inteligente.

Por isso, penso que hoje vai acontecer uma coisa semelhante no debate Costa/Passos. Não me admiraria nada se fossem quatro contra um na escolha dos assuntos das perguntas. E na exigência de rigor nas respostas.

Já vi escrito algures, que o fraco de Costa é Sócrates e o de Passos é a austeridade. Obviamente que são dois tópicos que interessam de igual modo aos menos esclarecidos. Sobretudo, aos que não viram austeridade.

Passos já disse que Sócrates não é concorrente. Ver-se-á se mantém essa postura. Se não mantiver, veremos se Costa ignora os casos de Passos, Portas e companhia. Muito mais atuais e dentro do tema da campanha.

Também já vi escrito que este debate será a primeira volta das legislativas. Com ponto de interrogação e tudo. Santa e continuada especulação, para não lhe chamar uma coisa mais adequada. Ele há cada ‘comentadeiro’.

Provavelmente, haverá um empate. Porque Passos será muito inteligente sabendo fugir do programa da coligação e Costa não sabendo fugir do tema Sócrates. Isto para não falar de quem já viu a morte de um deles.

Claro que essa, só pode ser a de Costa. Porque todos os ‘médicos’ estarão de prevenção para acudir a Passos, enquanto todos os ‘padres’ estarão preparados para fazer o ‘enterro’ de Costa. Se me enganar, peço desculpa.

Como, normalmente, a televisão não me faz falta nenhuma, vou ficar à espera de me divertir à brava com as maledicências desse debate extra terrestre. Umas trágicas, outras cómicas. De trágicos e cómicos faladores.