Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

04 Dez, 2014

ÍMPETOS

 

Já sabemos que o governo vai continuar os ímpetos reformistas que nunca teve. Logo, vai continuar como dantes a trabalhar na reforma dos cortes, porque não há cabeças que sejam capazes de pensar nas boas reformas.

Também já sabemos que o governo vai continuar os ímpetos revanchistas com muito orgulho e prazer. Sem vozes incómodas a estorvar. Com toda a sanha acusadora descarregada em cima de quem tiver que ser silenciado.

Também já sabemos que a UE vai continuar a pedir mais prisões por corrupção, com os ímpetos demonstrados até agora. A UE sabe que há muitos corruptos impetuosos ocultos. E que é preciso ir bem mais acima.

Mas também sabemos que o governo vai continuar com os ímpetos domadores da comunicação social. As demissões na RTP até podem não ter nada a ver com futebóis mas, com a outra teimosia do tal programa.

E sabemos ainda que o governo quer conter os ímpetos de legislar a quente sobre as anormalidades da justiça. Porque o quentinho na alma sabe muito bem. E tudo está bem, tal como está. Até às próximas eleições.

Ímpetos, muitos ímpetos, é o que não falta nesta maré de regeneração, já considerada de reviravolta eleitoral. As legislativas, consideradas já como definitivamente perdidas, voltam agora a ressuscitar uma nova esperança.

Mas, as esperanças são muito voláteis e as coisas mudam de um momento para o outro. Aliás, como se tem visto em relação a muitas dessas coisas dadas como certas. Muita água vai brotar ainda de línguas pouco limpas.