Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

25 Jan, 2014

JÁ?

 

 

Por favor, não façam isso, que o governo vai acabar por compreender que não lhe convém ter-vos de costas voltadas. Até porque não se podem fazer revoluções com as armas a apontar para trás. Portanto, muita calma.

Além disso o vosso chefe supremo ainda não se pronunciou sobre o assunto. Todos sabemos que ele não dorme em serviço. Logo, não tardará a levantar a sua voz de comando. Que certamente mandará calar alguém.

Já sabemos que não é costume ser ele a calar-se. Talvez porque não acredite que o calado é o melhor. Depois, dirá que uma revolução nesta conjuntura não dá jeito nenhum a ninguém. Nem aos revolucionários.

Que pensam que podem revolucionar sem avisar. Mas o chefe supremo não acredita que lhe andem a esconder segredinhos, nem lhe faltem com a lealdade hierárquica. Até porque ele está sempre pronto a atendê-los.

O povo, ao ouvir falar os seus protetores, exclama perplexo: Já? Tem realmente saudades da última revolução mas, em boa verdade, acha que ainda não chegou o momento de ele, povo, ser quem mais ordena.

E já, não pode ser, porque neste momento o povo sabe perfeitamente quem mais ordena, não mais ou menos mas, de forma indiscutível. Portanto, o povo, dá nega à revolução, prometendo aceitá-la mais logo.

Para já, vai-se discutindo e planeando a revolução, com tempo e com calma, até que chegue o momento de dizer, já. Ou, em frente, marche! Mas isso só depois dos portugueses estarem bem cozidos na panela.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.