Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

22 Nov, 2014

JÁ SEI!...

 

O homem não pagou a taxinha de um euro na chegada ao aeroporto. É muito bem-feita, pois de caloteiros estamos nós fartos. Depois, tentou apanhar um táxi, mas não tinha dinheiro e o taxista chamou a polícia.

Claro que a polícia não podia deixar ali o homem à chuva e ao frio. Então, para não correr o risco de ser acusada de falta de solidariedade, enfiou-o no banco de trás do carro e logo o conduziu a casa. Foi convidada a entrar.

O homem, muito gentilmente, fez questão de lhes mostrar a casa, canto por canto, após o que lhes ofereceu uma bebida barata, supostamente, uma aguardente de medronho, que lhes soube a pouco depois da viagem.

Como agradecimento pela pouco comum cordialidade do homem, os polícias convidaram-no a ir com eles até à esquadra, prometendo-lhes um joguinho de sueca e uma noite de animada conversa. E ele aceitou.

Assisti a tudo isto pela televisão. Gostei demais. No percurso só se viam polícias, televisões, curiosos, enfim, uma coisa nunca vista. Adorei. Até me fez lembrar aqueles filmes do tipo cinquenta polícias por cada cowboy.

O homem desiludiu um pouco no jogo da sueca, pois tinha sempre falta de trunfos. Um dos polícias chegou mesmo a dizer-lhe: Oh pá, você é mesmo um tipo azarado. Se calhar já teve sorte a mais. Gastou-a toda, agora olha.

E pronto foi assim o meu dia. Um dia especial que jamais esquecerei. Tal como muita gente. Mas fico à espera de mais aventuras. Isto não pode ficar por aqui. Entretanto, vou enchendo o papinho com as televisões.

A propósito de televisões, já ouvi dizer que a RTP vai acabar com um programa qualquer ao domingo. É o que eu digo: por um sábado giro, logo nos cortam um programa fixe ao domingo. A RTP não acerta uma.