Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes


Acabo de ouvir falar numa reunião de mulheres social democratas onde o seu líder partidário, o inigualável Pedro Passos Coelho discursou no seu habitual e errático tom de mestre da patetice.

Mas antes de falar disso, queria sublinhar que esta organização partidária de mulheres vive numa errática denominação ideológica. Será que elas acreditam mesmo que são social democratas?

Certamente que o serão tanto como o líder do seu partido, ou como o respetivo líder da bancada parlamentar. E mesmo como muitos dos dirigentes e militantes do dito Partido Social Democrata.

Curiosamente, se atualmente existe social democracia no país, ela mora exatamente no Largo do Rato e, caso estranho, onde está instalado o Partido Socialista. Isto de ideologias anda mesmo tudo às avessas.

Na referida reunião de mulheres sob a tutela do Coelho, este saiu em defesa da Teodora do Conselho de Finanças Públicas e do Costa do Banco de Portugal, contra o Costa primeiro-ministro.

Nada de anormal para quem a normalidade da sua postura reside no facto de estar sempre do lado errado das coisas. E queixou-se de que o PM amesquinha as pessoas que têm opinião contrária à dele.

É caso para questionar quem é que está choné em termos de amesquinhamento dos outros. Não é preciso perder tempo a pensar. Coelho não pensa porque não sabe. Nós, não pensamos porque, nessa matéria, é pura perda de tempo.