Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

14 Jul, 2014

NÃO VALE A PENA

 

 

Hoje, estava mesmo decidido a escrever qualquer coisa sobre a pirataria bancária que anda a comer tudo o que há nos bancos, mais ou menos espalhado pelos cofres. Até me parecia que iria ter graça.

Ora, as vítimas dessa pirataria são, obviamente, os banqueiros a quem, sorrateiramente, e de um momento para o outro, alguém os despoja de tudo, e é bastante, o que tanto lhes custou a ganhar.

Ainda pensei em abordar ideias para que alguém, investigador, fosse à procura do alguém despojador mas, sobretudo, do produto despojado. Não sei porquê, mas tenho a sensação que iria ter graça.  

Numa altura em que tanto se fala de gente com fome e dos dramas sociais que isso levanta, ainda ninguém se debruçou seriamente no drama de banqueiros que tinham tudo e ficaram sem nada. É triste.

Pois é, mas os portugueses só falam de fome. Esquecem o resto. E o resto são os banqueiros que, embora não passem fome, passam pela humilhação da pobreza envergonhada, se quiserem, encapotada.

Depois, toda a gente diz que os ricos não pagam a crise. Isso é verdade, só que os ricos, como os banqueiros, já não têm dinheiro para mandar cantar um cego. Portanto, tem de se ir a outro lado.

E o governo que ainda temos, não tem alternativa senão ir aos pobres. São os únicos que ainda não foram espoliados como os ricos e os banqueiros. E este governo protege sempre os que menos têm.

Era sobre estas injustiças, reais, palpáveis, indesmentíveis, que eu queria dizer alguma coisa. Porque isto faz doer a alma de qualquer cidadão sensível a dificuldades alheias. Pois… mas, não vale a pena.