Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

05 Abr, 2014

NOBRE PAULO

 

 

O Paulo está magro, deixando pressupor que alguma coisa se passa com ele. Não deve ser da claustrofobia democrática que em tempos o afetou bastante. Porém, agora, já pode dizer o que quer e lhe apetece.

Ia a dizer que podia ser da fraca qualidade da comida que lhe dão lá fora, mas lembrei-me que, se fosse isso, não estaria agora envolvido nesta ingente tarefa de trabalhar forte e feio para reforçar a sua presença.

Aliás, o Paulo está a prestar um enorme serviço a todos os portugueses que andam assustados com a possibilidade (embora muito fraca), de virmos a ficar muito pior do que estamos agora, voltando três anos atrás.

É evidente que o facto de o Paulo estar mais magro, preocupa igualmente os portugueses, tanto mais que ele ainda não deu uma explicação que tranquilize o país. E isso pode vir a ter uma grande influência eleitoral.

Mas, já que ele não o diz, certamente por modéstia, ou por altruísmo, revelo eu esse segredo. Não me perguntem como é que eu soube. Mas soube. O Paulo resolveu fazer um regime alimentar muito reduzido.

E para quê? Sim, para quê? Simplesmente, melhor, generosamente, para se solidarizar com todas aquelas pessoas que, infelizmente, não comem o suficiente para ter um aspeto normal. O Paulo passa fome porque quer.