Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

11 Fev, 2015

O CONTABILISTA

 

Contabilista é aquele que faz contas. No mínimo, temos de fazer de conta que as contas dele batem certo. Para que isso aconteça, temos de acreditar naquilo que o contabilista nos diz, mesmo sem prova dos nove.

Ele próprio pode fazer parte de um número com alguns algarismos o qual, multiplicado por muitos, dará um outro número, este astronómico, à escala dos que têm muitos zeros à direita. Dos que fazem mossa no país.

É evidente que o contabilista não tirou o seu curso para falar das suas contas. A especialidade dele é falar das contas dos outros. E, como ele gosta de falar de contas erradas, na convicção de que ninguém o topa.

Há contabilistas que sabem tratar da sua vidinha com aquele ar sério, sem se rir, claro, acabando por acumular riqueza, na mesma proporção em que os seus clientes a perdem. Quando estes se apercebem do truque, é tarde.

É tarde de mais, pois após as contas apresentadas, os clientes não têm qualquer hipótese de as contestar, mesmo que o contabilista tenha dissertado largamente sobre velhas e bolorentas teorias de deve e haver.

Não raras vezes a clientela vê-se grega para o entender. Até parece que ele fala um dialeto que nem os gregos entendem. Mas também não lhes interessa o que ele diz, nem o desacerto das contas que tão mal faz.

Diriam os gregos que sempre estiveram habituados a que os contabilistas mais novos seguissem os conselhos dos mais velhos. Mas aqui, passa-se exatamente o contrário. O aprendiz de contabilista é que faz as contas.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.