Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

14 Jan, 2016

O dia perfeito

 

Hoje, dia 14/01/16, tive o prazer e a felicidade de ficar a conhecer os grandes feitos de Marcelo Rebelo de Sousa, candidato presidencial em passeio pelo país, rumo à sua entrada triunfal no Palácio de Belém. Para ele é dia normal mas para mim é tudo novo.

Para Marcelo, hoje, foi um dia rotineiro, com multidões atrás dele, enquanto ia enchendo a boca, mastigando, enquanto falava dos seus enormes feitos em prol do país. Não sei se era bolo-rei, pão-de-ló ou pão de padeira. Mas o jeito já era conhecido.

Para mim, foi um dia perfeito. É sempre bom a gente aprender, nem que seja com um burro ou com um bruto-a-montes. Ou com os dois. O currículo que hoje me foi dado ver, encheu-me as medidas. Mais ainda porque há muitos pontos que eu partilho.

Há muitos anos que Marcelo é um homem. Eu também sou. Marcelo é um cidadão, tal como eu. E não é que Marcelo apoiou a entrada no euro? Tem piada, mas eu também. Isto entre outras coisas que ele fez e faz, tal qual mente, como cá este modesto ‘cara’.

Mas também temos as nossas diferenças. Penso que ele tem muitos amigos no Brasil, o que não é de admirar. Deve ter lá passado férias de sonho, e eu, ‘nicles’. Deve ter ficado com muitas amizades dos tempos em que antepassados seus viveram lá.

Claro que eu não tenho categoria para essas coisas. Mas há quem tenha quase tanta categoria como Marcelo, viva no Brasil e não deixe de lhe realçar as qualidades. É bom ter amigos desses e de outros, em todo o mundo, embora ele não precise de tantos.

Não fora a coragem, a abnegação, o patriotismo e os feitos de Marcelo, e a história de Portugal e o contributo dos heróis portugueses, nunca seriam o que são. Bastaria uma dezena de linhas para dar a Marcelo o título de, ‘o maior de Portugal e do Brasil’.

Daí que jamais esqueceria este dia perfeito que nunca me passou pela cabeça vir a viver. Tudo graças à ‘biografia’ que julgo ter chegado hoje aqui, vinda de muito longe, assinada por alguém que também já teve o seu dia perfeito. Em bruto, mas perfeito.

1 comentário

Comentar post