Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

05 Fev, 2014

O PEDITÓRIO

 

 

Passos anunciou agora que quer pagar a dívida. Como ele é primeiro-ministro, deve estar a referir-se à dívida do país. Os portugueses estão fartos de pagar dívidas dos outros. Para que o país possa pedir mais.

No entanto, ninguém perguntou aos portugueses se eles querem continuar a dar para peditórios para os quais estão fartos de dar. E ver as dívidas sempre a crescer, em lugar de verem que se vão pagando algumas.

Portanto, tudo indica que os peditórios vão continuar, sempre com aquele ar cândido de necessidade de construir um país melhor. Os portugueses agradecem muito penhorados, em todos os sentido, mas já estão falidos.

Ora, assim sendo, Passos vai ter de se desenrascar por outro lado. A continuar assim, melhor será começar a pensar se tem dinheiro, ou se tem possibilidade de o arranjar, para satisfazer o seu desejo. Que é pagar.

Talvez ele venha a concluir que aqueles que o levaram, e foram muitos, que levaram muitos milhões, tenham de vir a ser escorridos, ou virados de cabeça para baixo, para que tudo o que está nos bolsos caia no chão.

É fundamental que ele tenha consciência de que aos portugueses, mesmo aos mais inocentes, já foi dado esse tratamento. Já foram escorridos, virados do avesso e muitos a viver ao relento, por causa dos peditórios.

Ele faz muito bem em querer pagar. Esse é o dever de todos os caloteiros. Mas não basta querer. É preciso poder. Mas, por favor, resolva lá isso, sem nos pedir mais. Nós queremos é reaver algum daquele que nos tirou.

E, já agora, que não se esqueça de que também nós, devemos ser tratados com a justiça decretada pelo BdP aos seus VIP’s. Venha de lá o que nos devem de 2012 e os respetivos juros de 4%. Ou há moralidade…

Sim, porque esse, também constitui uma dívida que tem. Portanto, dívidas, são dívidas e o seu, a seu dono. Primeiro, vá pedir a quem o levou. Depois, pague a quem ficou sem ele. É só uma questão de prioridades.