Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

02 Fev, 2015

OBAMA, A CRIANÇA

 

Por cá temos muita coisa esquisita, mas não temos um presidente a quem se possa chamar criancinha. Já os states não podem dizer o mesmo. O adulto Passos não vai tardar a dizer que Obama fala como uma criança.

Então não é que ele se atreve a dar razão ao Syrisa, embora parcial? É preciso descaramento para não ter, ao menos, ouvido o avisado e sensato comentário de um PM, o nosso, que sabe bem o que interessa à Grécia.

E sabe bem de mais, porque o seu país, o nosso, já esteve quase como a Grécia. E agora já não está, por que é bem sabido que Portugal não é a Grécia. Mas onde é que eu já ouvi isto. Eles não pagam, mas nós pagamos.

Mas, nós pagamos o quê? Ora… aquilo que já devíamos estar a pagar, em lugar de aumentar o que temos de pagar. E digo, temos, porque esse é um privilégio, talvez o único, que nos resta agora. Se Obama ouvisse Passos…

Mas, Passos tem de explicar a Obama que o problema é, antes de mais nada, de Sócrates. Mas isso está resolvido. Agora, o problema é de Costa, tal como de todos os socráticos. Cavacáticos e passáticos estão isentos.

Ai que saudades que eles já têm de Seguro e dos seguráticos. E é tudo isso, a dívida e a austeridade, que falta explicar muito bem explicadinho a Obama e a todos os obamáticos. Não somos a Grécia, nem os States.

Seguramente que não somos, nem nada que pareça, gente que vive na miséria, nem gente que nada em dólares. Nós, felizmente, ainda temos muitos bocados secos de troncos para queimar nas lareiras. Bem bom!

Aposto que os tsipráticos e os obamáticos passam frio de rachar, exatamente porque não têm bons cavacos para se aquecer. Daí que nós não precisemos de passar o tempo a soprar nas mãos enregeladas.

Depois, todos sabemos que não temos o problema deles. Eles têm criancinhas a mais, enquanto nós, temos criancinhas a menos. Resultado: somos obrigados a ter homens maus, onde eles têm criancinhas boas.

 

 

1 comentário

Comentar post