Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

18 Jul, 2015

PAULO ABRE PORTAS

 

Com o nome de Paulo, há muitos, mas capaz de abrir Portas genuínas só há um. Genuínas no sentido de inultrapassável distorção da verdade e dos factos que tão bem sabe manipular com a sua amestrada demagogia.

Dizem por aí uns entendidos nessa coisa, que ele é muito inteligente. Será, não sou eu que vou contrariar essa tese intelectual mas ao mesmo tempo banalíssima. Há pessoas muito inteligentes para engendrar esquemas.

Seria de extrema utilidade para um país que entrou há quatro anos e tal por Portas erradas, fechá-las de vez. Falo daquelas Portas de espera a caça grossa. Acontece que apareceu Coelho e, sem surpresa, cheio de malina.

Tem de se mudar o processo de caça. A espera em Portas já provou que não resulta. A caça em coutada é muito seletiva logo, injusta e ineficaz. Que se faça caça aberta a toda a caça grossa. Obviamente, sem Portas.

Como um qualquer vírus que aparece sem ser esperado, Portas e Coelho mudaram tudo. Com o vírus da demagogia, de perigosidade acrescida com a malina de Coelho, depressa infetaram o país, já quase a viver em coma.

Nestes tempos conturbados para uns e paradisíacos para outros, só havia uma maneira de estancar esta virose que parece não ter cura. E essa maneira seria levar Portas ao exterior e fazer uma desinfeção à malina.

Manter Portas abertas a esta diarreia verbal continuada, é dar ainda algum sopro a este sufoco de uma coelheira que não tem condições de ventilação. E assim, este país só sobreviverá com Portas fechadas de vez.

Há um porteiro renitente em desempenhar com profissionalismo a sua missão. Isso tem impedido que os males sejam atacados em devido tempo com a eficácia requerida. Com Portas e Coelho, que vá também o porteiro.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.