Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

28 Nov, 2014

POBRES DOS RICOS

 

Tendo em linha de conta a sanha perseguidora de que vão sendo vítimas, não tardará que os ricos sejam extintos como qualquer espécie rara. O seu perseguidor já lançou o aviso. Que se ponham a pau com a sua riqueza.

Se são ricos, só podem ter conseguido sê-lo, devido a ilícitos de toda a ordem. Incluindo, ou principalmente, os ricos ex-ministros, ou os ex-ministros ricos, que não fizeram nada para o ser. Ricos, obviamente.

Porém, agora, pobres dos ricos, que não fazem ideia do que os espera. Se já eram poucos, vão passar para a classe dos que sendo poucos, os pobres, vão passar a ser muitos, devido ao fluxo migratório que está prometido.

O curioso destas mudanças que vão revolucionar a sociedade portuguesa, é o facto de ser o maior amigo dos pobres que vai dar cabo dos seus maiores inimigos. Os ricos. Sim, os ricos banqueiros e os ricos políticos.

De há quase quatro anos para cá, esse extraordinário governante, não tem pensado em mais nada, que não seja tirar dos ricos para dar aos pobres. Já quase não há pobres dos antigos. Esses, são agora os novos-ricos.

Por consequência, os novos pobres passam a ser os velhos ricos. Há quem diga que estas coisas se chamam, o empobrecimento ilícito de uns e o enriquecimento lícito de outros. Mas o seu autor ficará na mesma classe.

Confesso que nunca fui amigo destes novos-ricos, mas também nunca fui inimigo destes novos-pobres. Sou assim uma espécie de, nem carne nem peixe. Talvez porque nunca fui rico, mas também porque nunca fui pobre.

Daí que, tal como os promotores desta mega iniciativa, fico no mesmo extrato social que já tinha. Com uma diferença. Eu passo os meus dias a chupar no dedo. Eles passam os dias e as noites a chupar os outros.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.