Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

 

Isto já está naquela fase tele novelesca em que os seguidores, lavados em lágrimas, se interrogam, entre incrédulos e ansiosos, quanto aos próximos desenvolvimentos, das más desgraças e dos bons desgraçadinhos.

É uma dor de alma ver como anda toda a gente de lenço na mão, enxugando os olhos e puxando pelo nariz. Tudo porque ninguém ainda conseguiu prever como vão acabar tantas desinfelizes catástrofes.

Há quem tropece e já tenha caído e há quem tenha escorregado perigosamente mas ainda não caiu. É uma sorte, alguém continuar de pé, depois de ter metido o pé na poça. Pese embora a impecável assistência.

Fala-se muito de impunidade, quando devia falar-se de punição e de quem devia ser punido. Também se mistura nessas falas dúbias, o desgraçado do tempo. É tempo disto e daquilo. Para mim, é tempo de acabar com isto.

Porque isto já dura há tempo de mais. E para esta gente o seu tempo de glória já se esvaiu. Agora, cada episódio que passa, é uma desgraça. Não é justo prolongar tal agonia. Só com a palavra fim, a novela acaba em bem.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.