Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

26 Abr, 2014

RESPEITINHO

 

 

O ministro da Defesa respeita mais os capitães de Abril pelo que fizeram, do que pelo que dizem agora. Tiro o meu boné a este muito ilustre governante pela brilhante e sensata tirada que produziu.

Efetivamente, não é difícil concluir que, sem o que Abril lhe abriu, nunca ele teria chegado ao lugar que ocupa hoje. Daí o seu respeito pelo que fizeram por ele. Seria muito ingrato se dissesse o contrário.

Mas, ao menos não disse que nada deve aos capitães embora, se o tivesse dito, teria ganho uns tantos amigos que antes, não lhe tinham respeito nenhum. Há guerras que ninguém sabe como se ganham.    

Obviamente que não gosta do que esses capitães dizem agora. Em primeiro lugar, porque já estão todos reformados e, para este governo, não há reformados bons. É tudo lixo fora do contentor.

Em segundo lugar, o que eles lhe dizem agora, não é canção que se cante a um ceguinho, quanto mais a um ministro que até gostaria de poder mandar calar a tropa. Mas, pelos vistos, até o silêncio dói.

Portanto, os tropas de Abril já não têm respeito nenhum, nem pelo que o ministro diz, nem pelo que ele faz. Nem pelo que disse, nem pelo que fez. Nem sequer para retribuir o respeito manifestado.

Costuma dizer-se que o respeitinho é uma coisa muito bonita. Mas, muito mais que isso, é a ingratidão daqueles que podem agora dar-se ao luxo de ser fanfarrões, quando dantes nem abriam o pio.