Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

03 Fev, 2014

SÓ MAIS UM

 

 

Gebalis é só mais um caso de corrupção que chega ao fim, com a benevolente condenação dos réus. Ou não fossem eles da equipa do costume. Porém, louva-se que este caso tenha ido até ao fim.

Bruxelas diz que Portugal não tem uma estratégia de combate à corrupção. Não tem, nem lhe interessa ter. Nem virá ater tão depressa. Só cá faltava essa dos corruptos se meterem voluntariamente na cadeia.

Para a cadeia não vão os grandes negociadores do estado que não deixam de subtrair milhões e mais milhões, ou milhares de milhões, à economia nacional. Que depois têm de ser subtraídos ao bolso dos contribuintes.

A PGR teve agora um gesto que me surpreendeu pela positiva. Certamente que não só a mim. Interferiu na venda em leilão dos quadros de Miró, que eram do BPN. Decisão que merecia ser seguida mais vezes.

Só no BPN já lá vão, dizem, sete mil milhões. Em troca de quarenta milhões. Ricos negócios. E não há ninguém atrás das grades, ou perto disso. Obviamente que gente fina é outra coisa. Que nem pulseira merece.

Como é que Portugal havia de ter uma estratégia de combate à corrupção. Só se esta gente fina fosse trouxa. Pode ser que a PGR tenha levantado o diáfano véu da fantasia que cobre o tenebroso mundo da justiça.

Só mais um!... Só mais um passo em frente, no sentido de que se possa dizer a Bruxelas que já existe a tal estratégia. E que já temos os corruptos em fila de espera para aquisição da respetiva caneleira eletrónica.