Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

29 Abr, 2015

SURPRESA!...

 

Passos admitiu hoje ter ficado surpreendido com as buscas ao fisco por motivos que se prenderão com a atribuição de vistos gold. Lá terá os seus motivos, pois as iniciativas podem ter decorrido fora do circuito habitual.

Provavelmente, Passos está habituado a ser o primeiro a saber de tudo. Agora, a surpresa virá do facto de ter sido o último a saber dessas incómodas, embora inúteis, visitas como o tempo tem demonstrado.

E, muito oportunamente, lá vai dizendo que é bom que a PJ e o MP façam o seu trabalho. Palavras de uma sensatez a toda a prova. Certamente que pretende reforçar a ideia de que as investigações são mesmo um trabalho.

Claro que são. Como exemplo, cito alguns títulos que ontem apareceram na comunicação social: Sócrates admite pela primeira vez que pode vir a ser condenado. Obviamente que quem só lê os títulos ficou excitadíssimo.

Mas mais excitados ficaram ainda, todos aqueles que só sabem o que ouvem dizer. E logo apareceram os que não têm, nem nunca tiveram dúvidas de que a competência da investigação, finalmente, deu frutos.

Num primeiro momento, quase apostaria que Passos foi um desses. É que as notícias começam pelos títulos. Para Passos talvez não, mas só quando não é surpreendido. E, neste caso, dificilmente será mesmo surpreendido.

A menos que as informações de que dispõe não fossem privilegiadas. Ou, a menos que os seus informadores oficiais, também lessem apenas os títulos das notícias. Ou que a PJ e o MP também aqui o surpreendessem.

Mas, isso é muito complicado para a investigação. As notícias, se não tivessem título, diriam simplesmente: Sócrates admite pela primeira vez que pode vir a ser condenado, sem factos e sem provas. Surpresa total.

É natural que as notícias só o sejam, se tiverem aquele picante que tenha o condão de criar algo de estimulante. E, sobretudo, que tenha a virtude de ir ao encontro de quem paga fretes que promovam ou compensem.