Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

26 Fev, 2014

'TACHÓLOGO?'

 

 

Como é fácil falar ao lado do tacho fumegante, comodamente sentado na cadeira junto à mesa, onde a comidinha quente estimula o pensamento e gera um apetite devorador. É assim que aparece um feliz tachólogo social.

Até pode ser conhecido como sociólogo, dependendo o desempenho dessa ocupação, das matérias sobre as quais se pronuncia. Quando fala sobre assuntos que põem em causa o futuro do seu tacho, aí parou.

E muita coisa fica parada quando há a obrigação, ou a pressão, de ser comentador do regime. Quando se está a pensar no destino da sua Fundação, ou na sua passagem a uma futura ‘afundação’, a onda manda.

O senhor sociólogo, ou sociólogo tachólogo, foi ministro noutra onda muito diferente daquela que cavalga agora. Talvez porque a democracia de então, fosse um empurrão para esta onda de simulacro de democracia.

As suas perspetivas de momento, vão no sentido de pressentir que andam por aí muitos criminosos à solta. Não sei se, neste caso, ele comenta na sua posição de sociólogo, ou de tachólogo. É uma questão de fundação.

O seu posicionamento quanto aos crimes e aos criminosos é, no mínimo, muito redutor. Deve ser por causa da Fundação. Quando se fala em criminosos à vista, não é sério esconder os amigos que o sustentam.

Quando se começa por referir dois bandos de criminosos, também é criminoso passar a discriminar os crimes de um só bando, para que fique a ideia de que o outro é constituído por criminosos bons. Sociólogo, é?!