Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

afonsonunes

afonsonunes

14 Mai, 2015

TODOS AO BRUXO

 

Segundo li algures, há um bruxo que está a ser pago, certamente que bem pago, para usar os seus poderes no sentido de que o Benfica perca o campeonato. Quase ia apostar que não são os da Luz que vão pagar isso.

Mas quem vai, ou está a pagar esse trabalhinho, faz muito bem. Como em tudo, hoje em dia, o que é preciso é ganhar. Como? Mas que interessa lá isso. Como não entro muito nesses relvados, prefiro mudar de campo.

Seguindo esses bons princípios, também já deve haver por aí uma corrida desbravada na procura dos melhores bruxos nacionais, que são muitos, para garantir que a vitória nas eleições esteja garantida. É a concorrência.

Estou em crer que nunca como agora, os bruxos tiveram tantas e tão boas oportunidades de trabalho. Portanto, quem sentir que tem jeito e estiver desempregado, não hesite. Meta a cabecinha e tire dela o que puder.

Não pense sequer nas hipóteses que existam de alguém não lhe pagar por isso. Estou certo de que virão aí agências de toda a espécie, procuradores de apostas, cambistas, seguros de derrotas, consoladores e pagadores.

Tudo indica que vai haver mais de vinte concorrentes. Mas, como já vai sendo habitual, não haverá um vencedor e dezanove derrotados. Não. Todos vão ganhar, logo, à partida, é vitória certa para todos os bruxos.

Deixo aqui o meu veemente apelo a todos os bruxos deste país. Não matem a cabeça a desenvolver esquemas de bola redonda. Muito menos de bola quadrada. Esse negócio já foi bola que deu golo. Hoje só dá canto.

E canto, quando muito, é saque de esquina. E, à esquina, a fazer saques é o que mais há por aí. Não passe para os lados do Terreiro do Paço. Aí não há bruxos. Consulte criteriosamente a lista das profissões emergentes.

Mas, por favor, não confunda bruxos de campeões com bruxos de eleições. É natural que apareçam os habituais oportunistas a semear a confusão. Há bruxos que vão dar penaltis por meterem a mão no voto.

1 comentário

Comentar post